Em breve iremos descontinuar o suporte para o seu navegador. Atualize-o para uma versão mais moderna. Fechar
(48) 3222 7440 | (48) 3222 7450

ACESSE SEU PLANO


SALDO, EXTRATOS,
BOLETOS E FORMULÁRIOS.

NOTÍCIAS

09/03/2018
POR QUE E COMO OS JOVENS DEVEM COMEÇAR UM PLANEJAMENTO PESSOAL DESDE CEDO?

 
O Brasil é um país com uma cultura muito imediatista e escassa em educação financeira. Aprenda a importância de um planejamento pessoal e como fazê-lo.


Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a definição de jovem é toda população que está entre 15 e 24 anos. Esta é a fase em que as suas decisões serão determinantes para definir se você será ou não uma pessoa próspera com facilidade.
Quando conseguimos nosso primeiro emprego, começamos a sonhar com as primeiras conquistas materiais como, um automóvel, um bom celular e roupas de marca. Cria-se então um prazer em consumir e por isso muitos fazem dívidas de longa duração desde cedo.
Ter um planejamento de vida logo no início, reflete em quão rápido você alcançará seus objetivos. Por que? Porque você adquire uma visão clara de onde, quando e como você quer estar daqui X anos. Lewis Carroll diz "Se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve".
O Planejamento Pessoal se inicia com alguns questionamentos:
Como eu quero estar daqui 5 anos? 
Não se limite neste primeiro momento, visualize realmente o que você deseja para seu futuro.
O que eu preciso realizar para alcançar este patamar?
Você pretende fazer uma graduação? Uma especialização? Um projeto? Defina o meio. (OBS: Não faça algo que não te fascine, pense que provavelmente você passará anos aqui, então defina bem para não vim se arrepender na caminhada).
Quais os sacrifícios?
Quando você tem o entendimento do que irá enfrentar pela frente, se torna mais compreensível a jornada.
Quais são os seus porquês e por quem?
Por que você quer alcançar isso? Por que vale tanto a pena? Por que você vai sacrificar todas essas coisas ditas acima? Por quem? Seus pais? Cônjuge e filhos? Como eles estarão daqui 5 anos se você conseguir realizar seus objetivos?
Os porquês e por quem são partes fundamentais do planejamento.
Breve analogia:
João e Marcelo tem 20 anos e ambos ainda moram com os pais. João é centrado, gosta de estudar e preza por um futuro tranquilo. Marcelo se importa com seu futuro mas prefere curtir as baladas todos os finais de semana. João trabalha de auxiliar administrativo e ganha R$1.500,00, já Marcelo trabalha como vendedor em uma empresa familiar e ganha R$2.200,00. Marcelo é imediatista e não pensa em poupar para o futuro. João reserva mais de 30% por mês de seus rendimentos para investir e pelo menos 10% destinados a sua educação financeira e especialização pois, João tem o objetivo de se tornar gestor da empresa em que trabalha. Marcelo, provavelmente vai permanecer ganhando R$2.200,00 até se casar, ter filhos, contas e sempre reclamando que tudo não presta. João, com certeza alcançará seu cargo desejado, pois planejou, soube o que tinha que sacrificar e como chegaria lá, sem contar que os seus ativos alocados em investimentos lhe gerarão uma renda passiva.
Quantos "Marcelos" você conhece por aí?
Fonte: Administradores.com


Pesquisa mostra que educação financeira na escola impacta na vida de toda família

Qual o impacto para as famílias da escola implantar educação financeira para os filhos? Pode parecer que não existe relação direta entre as finanças familiares e a educação financeira aprendida nas escolas pelos filhos, mas uma recente pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Educação Financeira (ABEFIN) em parceria com Instituto Axxus e Unicamp, mostra que essa relação é altamente benéfica, impactando em toda a finança familiar.
“Sempre soubemos da importância da educação financeira nas escolas e de seu impacto em todos os relacionados ao processo educacional: professores, pais e alunos. Mas, era necessário provar isso em números, por isso a importância da pesquisa que demonstra que a vida financeira de toda a família é impactada quando o filho tem essa aprendizagem”, explica o presidente da ABEFIN, Reinaldo Domingos.
Fato é que ao serem perguntados: “Se a partir de hoje você não recebesse mais o seu ganho mensal (salário), por quanto tempo conseguiria manter o seu atual padrão de vida?”. Os entrevistados cujos filhos estão recebendo educação financeira responderam que conseguem permanecer mais tempo sem seu ganho mensal mantendo o atual padrão de vida.
Entre os pais de crianças sem educação financeira 44% conseguiria viver apenas um mês 53% até seis meses e apenas 3% acima desse período. Já nas famílias com filhos que tiveram educação financeira só 2% viveria apenas um mês, 73% até seis meses e 25% acima desse período. Esse número é altamente revelador, mostrando que os conceitos passados nas escolas sobre o tratar o dinheiro são muito bem assimilados pelos filhos e replicados pelos pais.
Como demonstra outro resultado da pesquisa. Quando os pais são perguntados seu filho(a) participa das discussões relacionadas a finanças da família? 100% dos entrevistados cujos filhos estão recebendo educação financeira responderam que sim, que os filhos entendem e opinam, contra apenas 11% dos entrevistados cujos filhos não tem educação financeira.
“A partir da pesquisa esperamos criar uma maior compreensão das escolas e dos pais sobre a importância do tema. Muito já está sendo feito, como é um exemplo a Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF), mas há um caminho longo ainda a ser percorrido para que todas escolas adotem o tema, que ainda enfrenta alguns preconceitos”, finaliza Reinaldo Domingos.
A pesquisa foi embasada nos pais de crianças com idade de 04 a 12 anos, das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Goiânia e Vitória, em escolas particulares adotantes e não-adotantes de programas de educação financeira. Entrevistados: 81% mães, 11% pais e 8% cuidadores. 51% alunos do sexo feminino e 49% do sexo masculino.
 
Fonte: Dsop Educação Financeira
 

CONHEÇA NOSSOS SIMULADORES



Atendimento

Previc

Notícias Anteriores

2017-07-02
INSTITUIDORES
Esquerda Direita
(48) 3222 7440 | (48) 3222 7450
Av. Hercílio Luz, 639. Ed. Alpha Centauri, sala 211.
Centro - Florianópolis - SC. CEP: 88020-000
  • OABPrev-SC - Fundo de Pensão Multipatrocinado da Ordem dos Advogados do Brasil
  • Todos os Direitos Reservados
Stock Info - Gerenciamento da Informação