Em breve iremos descontinuar o suporte para o seu navegador. Atualize-o para uma versão mais moderna. Fechar
(48) 3222 7440 | (48) 3222 7450

ACESSE SEU PLANO


SALDO, EXTRATOS,
BOLETOS E FORMULÁRIOS.

NOTÍCIAS

13/06/2018
BRASILEIRO QUER SE APOSENTAR ANTES DOS 60 ANOS E VAI DEPENDER DO INSS
Essa é uma das conclusões de pesquisa feita pela Federação Nacional de Previdência Privada

A maior parte dos brasileiros quer se aposentar antes dos 60 anos e vai depender basicamente do INSS. Os trabalhadores avaliam que a Previdência brasileira ainda é sustentável, apesar da crise de financiamento do sistema, mas reconhecem que uma reforma é necessária. Essas conclusões constam de um estudo elaborado pela Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), que representa 67 seguradoras e entidades abertas de previdência complementar no país, e pelo Instituto Ipsos, que ouviram 1.200 pessoas em 72 municípios do país. O levantamento foi apresentado no IX Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada, que acontece em São Paulo.
Segundo apontou o levantamento, 43% dos brasileiros dizem que será necessário fazer uma reforma da previdência no futuro contra 38% que consideram que o sistema não precisa ser reestruturado. Outros 19% não têm opinião formada sobre o assunto. De acordo com o levantamento, 49% dizem que o tema deve ser tratado pelo novo presidente, contra 33% que acham que o assunto não deve constar da agenda do novo mandatário. Outros 18% não responderam.
A maioria dos entrevistados pretende se aposentar antes dos 60 anos, e dependerá basicamente do INSS. Pelo menos 48% disseram que serão totalmente dependentes da aposentadoria oficial e 28% informaram que serão muito dependentes do sistema público. Apenas 18% dos brasileiros ouvidos consideram que dependeriam pouco do INSS e somente 3% informaram que não dependeriam da aposentadoria do governo. 
Segundo o levantamento, apenas 38% dos brasileiros estão dispostos ou têm recursos para fazer uma reserva para complementar os rendimentos na aposentadoria. Outros 7% dizem não ter recursos para guardar e 55% não souberam responder. A maioria das pessoas ouvidas também não sabe quanto vai receber na aposentadoria.
Boa parte dos brasileiros acredita que terá que trabalhar para complementar sua renda quando se aposentar. Submetidos a questionário de múltipla escolha, além da previdência social, 43% dos indivíduos disseram que pretendem continuar trabalhando para garantir o sustento na aposentadoria e 18% informaram que irão contar com recursos acumulados em poupança, previdência privada e outras fontes de renda. Já para 5% da amostra, a alternativa será contar com a ajuda de familiares, 4% esperam contar com rendimentos de imóveis.
Gastos com medicamentos e planos de saúde são maior preocupação dos entrevistados na fase de aposentadoria. De acordo com o levantamento os remédios ocupam o topo da pirâmide, com 57% das menções em uma lista de múltipla escolha. Os planos de saúde vêm em segundo lugar, com 48% das respostas, seguida por gastos com segurança, mencionados por 36% da amostra. Também preocupam os brasileiros os gastos com a educação dos filhos (26%), moradia e aluguel (24%), lazer (55%) e vestuário (2%).
Fonte: O Globo 
 

CONHEÇA NOSSOS SIMULADORES



Atendimento

Previc

Notícias Anteriores

2017-07-02
INSTITUIDORES
Esquerda Direita
(48) 3222 7440 | (48) 3222 7450
Av. Hercílio Luz, 639. Ed. Alpha Centauri, sala 211.
Centro - Florianópolis - SC. CEP: 88020-000
  • OABPrev-SC - Fundo de Pensão Multipatrocinado da Ordem dos Advogados do Brasil
  • Todos os Direitos Reservados
Stock Info - Gerenciamento da Informação