Em breve iremos descontinuar o suporte para o seu navegador. Atualize-o para uma versão mais moderna. Fechar
(48) 3222 7440 | (48) 3222 7450

ACESSE SEU PLANO


SALDO, EXTRATOS,
BOLETOS E FORMULÁRIOS.

NOTÍCIAS

09/03/2018
APOSENTADORIA: TRÊS GERAÇÕES COMPARTILHAM MEDOS E DESEJOS
Viajar é o sonho de quase todos, mas 65% acreditam que não conseguirão poupar o suficiente
 
No fim de fevereiro, foi divulgada a 18ª. edição da pesquisa feita anualmente pelo Transamerica Center for Retirement Studies, fundação sem fins lucrativos que trabalha para melhorar a segurança financeira dos aposentados nos Estados Unidos. Mais de 7 mil pessoas de três gerações participaram do levantamento: foram 2.593 millenials (nascidos entre 1979 e 2000); 1.586 da geração X (nascidos entre 1965 e 1978); 2.706 baby boomers (nascidos entre 1946 e 1964); e 117 trabalhadores que vieram ao mundo antes de 1946. 
Como era previsível, a questão financeira é a que mais mobiliza: 65% acreditam que não terão poupado o suficiente até os 65 anos, sendo que a geração X é a mais inquieta, com 69% duvidando da sua capacidade de acumular riqueza.
A geração digital dos millenials começou a poupar mais cedo – em média, aos 24 anos, enquanto na geração X isso aconteceu na faixa dos 30 – porque teme pelo seu futuro: oito entre dez se preocupam de não ter qualquer rede de proteção social na idade avançada. Entre os baby boomers, apenas 26% pretendem parar de trabalhar assim que se aposentarem: dois terços planejam ou já estão trabalhando depois dos 65 anos, mas é bom assinalar que são as questões financeiras que pautam essa decisão para mais da metade dos entrevistados. 
Há receios recorrentes em todas as faixas etárias, como a longevidade superar a poupança acumulada: 57% da Geração X e 55% dos baby boomers temem enfrentar esse tipo de dificuldade. Já 47% dos millenials citaram o medo de não conseguir atender as necessidades básicas de suas famílias. O declínio da saúde e o temor de precisar de cuidados de longo prazo – o fantasma das demências assombra todos – alarmam os participantes da pesquisa, mas são os baby boomers que mais se afligem, porque veem esse horizonte se aproximar.
No entanto, não são apenas preocupações que unem as gerações. Os planos e desejos para a aposentadoria se assemelham: viajar aparece em primeiro lugar, seguido de passar mais tempo com a família e os amigos e cultivar um hobby. Os três grupos também se manifestam favoravelmente a buscar uma segunda carreira nessa etapa da vida. Diante da pergunta sobre qual seria a idade para uma pessoa ser considerada velha demais para trabalhar, 54% responderam que “depende da pessoa”. 
Quando solicitados a cravar uma idade, baby boomers e a geração X escolheram 75 anos, enquanto os millenials elegeram 70 – uma questão de perspectiva que muda conforme se envelhece. A organização responsável pela pesquisa ainda relaciona dez “mandamentos” para o empregador, ressaltando sua importância em prover educação financeira para os funcionários e criar oportunidades para pessoas em fase de pré-aposentadoria. Mesmo que o trabalho tenha sido realizado nos EUA, os brasileiros experimentam esses medos e desejos, embora nossos problemas sejam muito mais profundos. É uma lição sobre a necessidade de prepararmos as novas gerações: os desafios da longevidade têm que ser ensinados desde cedo.
Fonte: G1
 

CONHEÇA NOSSOS SIMULADORES



Atendimento

Previc

Notícias Anteriores

2017-07-02
INSTITUIDORES
Esquerda Direita
(48) 3222 7440 | (48) 3222 7450
Av. Hercílio Luz, 639. Ed. Alpha Centauri, sala 211.
Centro - Florianópolis - SC. CEP: 88020-000
  • OABPrev-SC - Fundo de Pensão Multipatrocinado da Ordem dos Advogados do Brasil
  • Todos os Direitos Reservados
Stock Info - Gerenciamento da Informação